Cabo frio, Meio Ambiente

Prefeitura de Cabo Frio é apresentada a modelo hidrodinâmico da laguna de Araruama

Agentes da Coordenadoria de Meio Ambiente da Prefeitura de Cabo Frio acompanharam uma apresentação de modelo hidrodinâmico que está em elaboração para ser aplicado na despoluição da laguna de Araruama. O encontro aconteceu nesta semana no Instituto de Geociências da Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói, e no Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe/UFRJ), na Praia Vermelha, no Rio de Janeiro.

A comitiva foi composta ainda por demais técnicos integrantes das prefeituras do entorno do manancial, por representantes do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), do Consórcio Lagos São João e do Comitê de Bacias Hidrográficas. Os agentes foram convidados pela concessionária de água e esgoto da região para conhecerem a proposta para a laguna.

Para fazer o mapeamento da Laguna de Araruama está sendo utilizado o Sistema Base de Hidrodinâmica Ambiental (SisBahia) desenvolvido pelo professor Paulo Rosman, da Coppe/UFRJ. No encontro foi apresentado um panorama de como o modelo para a Região dos Lagos está sendo montado utilizando, para isso, uma série de dados físico-químicos e biológicos como: temperatura, ventos, salinidade, fitoplâncton, quais saídas de esgoto que não são captadas para dentro da lagoa, entre outras informações.

“Foi de extrema importância a nossa ida às universidades porque foi a primeira vez que todos esses técnicos se reuniram para ver o panorama geral desse modelo. É uma grande conquista para a região porque todos os dados possíveis estão sendo coletados para gerar a modelagem matemática da lagoa”, explicou o coordenador de Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira.

Ele explicou ainda que no encontro foi sugerido que fossem inseridos emergencialmente os dados referentes a intervenção na ponta do Canal Palmer, na outra entrada do canal na Praia das Palmeiras, na Ilha do Anjo, em frente ao Mercado Municipal de Peixes, em frente ao Clube Costa Azul e, por fim, na Boca da Barra.

Segundo Mario Flavio, a partir do modelo local será possível simular todos os efeitos das dragagens, alcance das plumas de contaminação do esgoto, o tempo de renovação de água da lagoa etc. A dragagem será realizada pelo Inea, que possui a Deliberação Ceca nº 6.261 de 16 de abril de 2019, que expediu a Licença de Instalação (LI) nº IN030420 para as intervenções de dragagem na Laguna de Araruama em São Pedro da Aldeia e Cabo Frio. O processo licitatório já foi iniciado pelo órgão e será acompanhado pela Prefeitura.modelo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s