Cabo frio, Politica

Segundo dia de workshop “Carnaval para Todos” reforça necessidade de inclusão de deficientes

O segundo e último dia do I Workshop Básico de Abordagem e Atendimento à Pessoa com Deficiência no Carnaval Para Todos de Cabo Frio reforçou o compromisso das entidades envolvidas de promover uma folia mais inclusiva este ano. Ao longo de mais de duas horas na manhã desta quarta-feira (16), no Charitas, os palestrantes falaram para um público formado por agentes públicos e integrantes da sociedade civil sobre as particularidades de cada tipo de deficiência e a forma de lidar com elas nos dias de Carnaval na cidade.

“O objetivo desse workshop é a capacitação e a prevenção dos direitos das pessoas com deficiência. Para tratar com um determinado público-alvo é preciso conhecê-lo. Isso é importante por conta da qualidade que a gente quer trazer para o turista que quer curtir o Carnaval”, disse a professora e intérprete de Linguagem Brasileira de Sinais Luciana Huguenin, que falou durante o painel sobre surdos e a comunicação em Libras.

Inicialmente, o workshop concebido apenas para integrantes de órgãos que lidam diretamente com o público, como Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Posturas e servidores em geral, mas depois foi aberto para a participação do público. A guarda civil municipal Taiany Goulart elogiou a iniciativa da Associação dos Blocos Carnavalescos de Cabo Frio (ABACCAF) e das demais associações envolvidas. Ela falou do ganho que esse tipo de conhecimento específico tem para o trabalho dela.

“É muito importante esse tipo de workshop para a gente saber como lidar em uma abordagem. A gente aprendeu sobre os diferentes graus de deficiência. No caso das pessoas mudas, por exemplo, a diferença entre irritação e agressividade. Enfim, é fundamental para o trabalho reconhecer uma pessoa que tenha deficiência e de qual tipo”, comentou a servidora.

 

Ações do “Carnaval para Todos” já programadas

 

Para pôr em prática o “Carnaval para Todos” foi realizada uma reunião estratégica para definir as ações. Uma estação vai ficar montada durante os dias de folia, das 14 às 18h, na Praia do Forte, após a Praça dos Quiosques e da pista de skate (sentido Foguete). Estão previstas participações do Rei Momo, passistas, rainha, príncipe e princesa do Carnaval, todos com algum tipo de deficiência. Também serão tocadas marchinhas e a música-tema “Sou deficiente, muito prazer”. Simultaneamente, serão lançadas na mídia peças de publicidades com  frases de efeito para conscientização do público não-deficiente.

Os parceiros da ABACCAF no “Carnaval para Todos” são a APPAA – Casa Azul; a Associação Mais Coragem; o Projeto Conviver e Aprender; a Casa de Apoio à Família do Deficiente (CAPFAMD); o Projeto Ação Carnaval Solidário; o Programa Eficiente, da Jovem TV; o coreógrafo Allan Lobato; a professora e intérprete de Libras Luciana Huguenin e as psicólogas Simone Castro e Josy Azevedo. O evento tem apoio da Prefeitura de Cabo Frio.

“A ABACCAF levanta essa bandeira solidária desde 2013. Já tratamos da erradicação da fome; depois fizemos o Carnaval Sangue Bom, que pedia doações de sangue. No Carnaval para Todos, a bandeira está voltada para as pessoas com deficiência visando a chamar a atenção da sociedade para que sejam  respeitados os direitos desse público-alvo, que também ama o Carnaval, e de seus familiares”, Jorge Moreira Bongô, diretor de Carnaval da ABACCAF.

inclusão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s