Cabo frio

Cães de raça são resgatados após maus tratos em Cabo Frio

Às vésperas de mais uma feira de adoção responsável, a Superintendência de Proteção aos Animais da Prefeitura de Cabo Frio flagrou mais uma ação de maus tratos na cidade. Nesta quinta-feira (22) o órgão precisou acionar a polícia ambiental para entrar num imóvel aonde 22 cães das raças Shitszu, Yorkshire e Maltês viviam em péssimas condições.

No local a superintendente encontrou os animais em local inapropriado e gaiolas extremamente pequenas e apertadas. Não havia água para beber e muitos cães estavam doentes e com pelos embolados. Todos estavam com a pelagem molhada. “Ficamos cerca de 20 minutos esperando do lado de fora do imóvel até que permitissem nossa entrada, e quando entramos notamos que haviam acabado de limpar o local porque estava tudo molhado”, contou a superintendente de Proteção aos Animais, Carol Midori.

Os filhotes, segundo ela, eram vendidos, e as matrizes estavam em péssimo estado de saúde. “O filhote de maltês estava tão debilitado que não sabemos se vai sobreviver”, informou Carol, que alerta: “Quando você compra um filhote bonitinho, sem saber a procedência, tenha a consciência de que está financiando esse tipo de maus tratos”.

Todos os cães estão sob tutela da Superintendência. Já o processo de adoção, segundo Carol, será extremamente rigoroso para que eles não sejam usados, novamente, para matriz.Todos serão encaminhados ao veterinário. No entanto, outros 30 animais, entre cães e gatos adultos e filhotes, estarão disponíveis para adoção neste sábado (24), no estacionamento do Shopping Park Lagos, das 11h às 17h.

Na última feira, realizada no estacionamento do Supermercado Extra, 15 animais ganharam novos proprietários. “Nosso objetivo é dar um lar ao maior número possível de animais. Sabemos que nem todas as pessoas podem adotar, então, pedimos qualquer tipo de ajuda, desde um jornal velho a sacos de ração”.

Para adotar um animal de estimação de forma consciente e responsável, seja na feira deste fim de semana no shopping Park Lagos, ou na sede da Superintendência de Proteção Animal, Carol Midori lembra que é preciso ter mais de 18 anos e apresentar o original do RG, CPF e comprovante de residência. Todos os animais são vermifugados, castrados e em boas condições de saúde. Apenas filhotes com menos de seis meses ainda não estão castrados, mas poderão realizar o procedimento na própria Superintendência quando completarem a idade.

Para outras informações a Superintendência disponibiliza o telefone (22) 99237-6507 (apenas WhatsApp). Por esse canal também podem ser feitas denúncias de maus tratos. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. A Superintendência fica nas dependências do Canil Municipal, localizado na Fazenda Campos Novos, na Rodovia Amaral Peixoto, Km 124, em Tamoios.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s